A ansiedade de fim de ano

Avatar

Por Kipp Saúde

18 de novembro de 2021

Saúde Mental

Avatar

Por Kipp Saúde

18 de novembro de 2021

Entenda a importância de reconhecer as emoções para cultivar hábitos para a sua saúde mental na correria do fim de ano.

A reta final do ano chegou. Com isso, é normal que você se sinta ansioso e sobrecarregado, seja por questões pessoais ou pelo trabalho. Seja qual for o fator, o primeiro passo para melhorar é procurar identificar a origem desses sintomas de estresse. Identificar a causa permite que você possa tomar o controle da situação e enfrentar o problema de frente. Por outro lado, você deve evitar recursos como beber álcool ou fumar como válvulas de escape.

Confira abaixo essas e outras dicas para lidar com os sintomas de ansiedade, sempre quando eles surgirem.

Dez dicas para espantar a ansiedade

Exercite-se


A atividade física não vai fazer o estresse desaparecer, mas vai reduzir a intensidade das emoções negativas envolvidas, permitindo que você pense com mais clareza e consiga lidar com o problema com mais foco e cautela.

Torne-se sujeito da sua vida


Se você se mantiver passivo, pensando que não pode fazer nada a respeito dos seus problemas, a sua angústia pode aumentar – e, com ela, os ataques de ansiedade. A sensação de perda do controle e desesperança é uma grande fonte de estresse e depressão. Diante de um problema, procure evitar a postura de vítima e tentar entender o que você pode fazer para melhorar. O ato de assumir o controle e tornar-se sujeito da própria vida, se ver como protagonista do próprio destino, é fundamental para retomar o centro e encontrar as melhores soluções.

Conecte-se com sua rede de apoio


Drible a fobia social, que pode inclusive se intensificar nesses momentos. Uma boa rede de apoio inclui colegas de trabalho, amigos, familiares e vizinhos. Dividir seus problemas com outras pessoas pode ajudá-lo a ver as coisas por pontos de vista diferentes, trazendo mais criatividade para a resolução do problema. Em conjunto, as pessoas podem descobrir que têm problemas em comum e se unir para encontrar soluções que ajudem a todos. Se você estiver conectado a uma rede constantemente, será natural o compartilhamento das dificuldades. Além disso, as atividades com amigos nos ajudam a relaxar. Dar umas boas risadas, poder conversar sobre o que ocorreu num dia difícil e elaborar acontecimentos estressantes em conjunto é uma ótima maneira de aliviar o estresse.

Tire um tempo para si mesmo


Quanto tempo do dia você gasta fazendo alguma coisa que você realmente gosta? Qual esporte você praticava ou hobby você tinha na adolescência? É preciso ter um tempo para relaxar, socializar ou se exercitar todos os dias e resgatar nossos desejos e interesses, dentro do possível. Se estiver em uma rotina difícil, tente priorizar duas noites por semana para fazer algo para você mesmo. Mas não vale trabalhar mais tarde depois para compensar, hein?

Desafie a si mesmo


Coloque metas e desafios para si mesmo, como aprender um novo esporte ou língua estrangeira. Isso ajuda a criar autoconfiança e sentir-se capacitado para lidar com situações difíceis. Fazer atividades diferentes também fornece conhecimentos que nos tornam mais potentes no dia a dia.

Evite hábitos nocivos à saúde


Não tente aliviar a pressão fumando, abusando da cafeína, açúcar ou álcool. Este comportamento, bastante comum, é chamado de evitativo, pois alivia momentaneamente a ansiedade e estresse, mas não acaba com o problema. A longo prazo, esse tipo de comportamento, além de não ajudar, também produz novos problemas.

Ajude outras pessoas


Pessoas que ajudam outras pessoas, como em trabalhos voluntários ou comunitários, se tornam mais resilientes. Ajudar pessoas que estão com problemas maiores que os seus ajuda a colocar as coisas em perspectiva. Se você não tem tempo para trabalhos voluntários, tente fazer alguma gentileza todos os dias. Pode ser algo pequeno. O importante é colocar-se como membro de uma comunidade de ajuda mútua e enxergar as questões de outras pessoas.

Trabalhe melhor (e não mais!)


Trabalhar melhor é trabalhar com mais eficiência – priorizando o trabalho e se concentrando em tarefas que irão fazer diferença. Deixe as tarefas menos importantes para o final do dia. (Veja logo abaixo mais dicas para gestão do tempo)

Tente manter-se otimista


Procure olhar para o lado positivo da vida e ser grato pelas coisas que conquistou. Algumas pessoas tendem a viver no passado, com saudades do que tiveram ou no futuro, ansiosos pelo que podem ter. Viver o presente é um exercício. Ao exercitar a gratidão pelo que possui, ao valorizar os aprendizados que teve pelo caminho, os percalços se tornam menos importantes. Você pode experimentar escrever três coisas pelas quais é grato todos os dias antes de dormir.

Aceite as coisas que não pode mudar e pense no amanhã


Há situações verdadeiramente dolorosas e outras extremamente complexas em que mudar a realidade não é possível. Tente se concentrar nas coisas que você consegue controlar. Se você trabalha em uma empresa que está falindo e não há nada que você possa fazer, concentre-se naquilo que você pode fazer, como, por exemplo, estudar meia hora por dia para conseguir um novo trabalho no futuro.

Dicas para melhorar sua gestão do tempo

Se você está sempre atrasado com os prazos, sente que nunca tem tempo para si mesmo, algumas dicas podem ajudá-lo a retomar o controle da sua rotina. O manejo efetivo do tempo pode ajudá-lo a se sentir mais relaxado, driblando a falta de foco que a ansiedade costuma provocar, e, assim, retomar o controle da sua vida.

Defina suas metas

Pense em quem você quer ser: O que você gostaria de estar fazendo daqui a 5 anos? E daqui a 10 anos? Pelo que você gostaria que os outros o reconhecessem? Essas perguntas devem servir de guia para determinar como você utiliza seu tempo.

Uma vez que você tenha determinado suas grandes metas, é hora de trabalhar nos objetivos a curto e médio prazo.

O entendimento das metas é elementar para uma boa gestão do tempo, porque somente assim você vai saber em quais atividades deve colocar foco. A pergunta que devemos fazer o tempo todo é: “Gastar tempo com isso irá me afastar ou me aproximar de meus objetivos?”

Faça uma lista


Fazer uma lista de tarefas é uma excelente maneira de se manter organizado. Há diversos aplicativos de celular disponíveis para ajudar na gestão do tempo, mas talvez o melhor seja começar do simples: o bom e velho “papel e caneta” ou uma lista no bloco de notas do celular. É recomendável que se faça apenas uma lista, para não se perder entre várias listas diferentes. Mantenha-a em lugar acessível, como em seu telefone celular, em uma agenda que utiliza no dia a dia ou na parede de seu escritório.

Foque nos resultados


A boa gestão do tempo no trabalho envolve fazer um trabalho de alta qualidade e não quantidade. Um erro comum é gastar muito tempo a mais em uma tarefa que já tinha atingido seu objetivo, para tentar torná-la perfeita ou melhor. Se o objetivo foi atingido, passe para outra tarefa. Ao terminar todas as tarefas do dia ou período, você pode escolher voltar e aprimorar algumas delas.

Faça pausas


O horário de almoço perdeu espaço nos últimos meses com o trabalho remoto. Muitas pessoas pulam o horário de almoço ou trabalham enquanto almoçam. Procure passar pelo menos 30 minutos longe de sua mesa de trabalho. Neste período, alimente-se, alongue-se – exercite-se um pouco se possível – relaxe e escove os dentes. Isso ajuda você a se sentir renovado para ser mais produtivo no período da tarde.

Além do horário de almoço, é importante levantar-se uma vez por hora e movimentar-se um pouco para prevenir dores e problemas de saúde.

Priorize tarefas importantes


Pode ser útil organizar as tarefas em quatro grupos:
• Urgentes e importantes
• Não urgentes, mas importantes
• Urgentes, mas não importantes
• Nem urgentes, nem importantes

As pessoas que manejam bem seu tempo se concentram nas tarefas não urgentes e importantes. A ideia aqui é evitar que as tarefas importantes se tornem urgentes, executando-as com antecedência. Fazer isso é uma grande maneira de evitar o estresse relacionado à gestão do tempo.

No início, você terá muitas tarefas urgentes e importantes. Procure ir reduzindo o número dessas tarefas aos poucos e manter-se firme para fazer as tarefas importantes de maneira programada.

Pratique os 4 “D” na sua caixa de e-mails:


Tomar uma decisão para cada e-mail cada vez que você abre sua caixa de entrada é fundamental para boa gestão do tempo. Ao se deparar com um e-mail, você deve escolher fazer com ele um dos quatro “D”:

Delete: Você provavelmente consegue apagar metade dos seus e-mails assim que eles aparecem na caixa de entrada
Do: Se o e-mail é urgente ou pode ser resolvido rapidamente, faça.
Delegue: Se a mensagem puder ser resolvida por outra pessoa, delegue.
Determine: Se você achar que precisa de mais tempo para resolver aquela tarefe, determine um outro horário para resolver a tarefa. Não diga simplesmente “depois eu vejo isso”. Anote na sua agenda quando resolverá aquela pendência.



Quer saber sobre a Kipp? Conheça nossas redes sociais.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário enviado para a moderação.

Por favor aguarde!